segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Intercâmbio... Five!

O amor é o fogo que arde sem se ver, é ferida que dói e não se sente, é um contentamento descontente, é dor que desatina sem doer. - Legião Urbana.

- Bom mesmo.
Eu ri e o Justin olhou para minha cara, falou:
- Você está rindo né?
- Claro, foi engraçado.
- É engraçado o seu primo falar que vai me bater se eu não cuidar de você?
- Sim, é sim.
- Sua boba.
- Bobo é você.
Justin me olhou e começou a rir, então eu sorri e ele sorri também, achei que ia morrer. Aquele sorriso perfeito, me derreti toda, ele percebeu e não parou mais de sorrir, então eu falei:
- Assim você quer me matar.
- Dãr, nada vê.
- Tudo a ver, o seu sorriso é perfeito, toda vez que você sorri para mim, eu me derreto toda, fico sem chão e fico com cara de...
- De menina apaixonada.
- Por você, eu sempre fui apaixonada.
- Hm, você não me contou isso...
- É, desde quando eu vi o seu primeiro clip, haha.
- Hm, você também não me contou que era a minha fã.
- Eu sempre fui a sua fã Justin. E eu te amo, desde sempre.
- Eu também te amo Nicole.
- Justin, amanha nós vamos voltar para o Canadá e vou morar com a Emily. Eu estou literalmente MUITO feliz.
- Eu estou feliz, porque eu vou ter você pertinho de mim... Hm, tipo assim... Para sempre.
- Eu te amo muito, serio mesmo.
Justin começou a me beijar, foi me colocando na cama. É, lá vai nós de novo tentando mais uma vez, então ele me colocou na cama, ele estava em cima de mim e disse:
- Eu tenho que pedir permissão?
- Para que Senhor Bieber?
- Para fazer isso...
Ele começou e me beijar, eu correspondi, coloquei a minha mão na nuca dele e ele colocou sua mão em minha coxa em quanto apertava ela, ele começou a tirar o meu shorts, ate que ele parou e ficou de pé e disse:
- Hey, espera...
- Esperar para que ?
Ele tranco a porta, fez uma cara e disse em quanto ele se deitou em cima de mim:
- Ninguém, ninguém mesmo vai nos atrapalhar hoje.
Eu olhei para ele e sorri, ele me beijou. e começou a tirar minha roupa, eu tirei a roupa dele. Tivemos uma noite maravilhosa, até que era 7:30 da manha, a Emily bateu na porta falando que nós iamos perder o vôo. Fui para o banheiro correndo, fiz o meu higiene pessoal, e desci as escadas com as minhas malas, deu tchau para os meus pais e o resto...

CONTINUAR...

sábado, 29 de janeiro de 2011

Intercâmbio... Four!

 
Se você quiser alguém em quem confiar, confie em si mesmo. - Legião Urbana.


A resposta dos meus pais foi sim, é eles falaram com todas as letras:
- Minha filha, nós deixamos você ir morar com a Emily no Canadá.
Meu coração ficou disparado, achei que eu ia ter um enfarte de emoção, abracei os meus pais e agradeci muito e eu a Emily ficamos conversando, imaginando como ia ser a nossa vida. Percebi que os meus pais não estavam mais presentes, e nem dei bola, subi no meu quarto para arrumar as coisas, depois chega os meus pais e o Justin todos sorridentes e eu não tinha entendido o porque, então pedi:
- O que foi?
- Minha filha, nunca pensei que você um dia, ia pedir um garoto em namoro. Felicidades. - Disse minha mãe rindo. -
- Justin, o que você disse para os meus pais?
- Ué, eu quis oficializar o nosso namoro.
Meus pais sairam do meu quarto e deixaram eu e o Justin no quarto. Eu sorri e ele também, ficamos olhando um para o outro, até que eu disse:
- Eu te amo.
- Eu te amo mais.
- Eu te amo bem mais.
- Eu te amo bem mais do que você imagina.
- Eu te amo bem mais do que você diz que me ama bem mais.
- Eu te amo bem mais do que você diz que me ama bem mais, pois eu sei que você imagina que eu te amo bem mais, por isso eu te amo bem mais do que todos esses eu te amo bem mais do que eu já te falei.
- Então prova.
Justin começou a me beijar, ele me deu um beijo na bochecha direita, depois na esquerda, beijou a minha testa, depois o meu queixo e em fim me deu um beijo na ponta do meu nariz, eu disse:
- Faltou mais um beijo.
- Claro que não faltou. - Disse Justin rindo. -
- Claro que faltou.
- Me mostra a onde faltou.
Então eu beijei ele, ele correspondeu e foi me colocando devagar na cama, continuou a me beijar calorosamente, o clima estava ficando quente, até que escutamos alguém na porta pedindo:
- Nicole, você está ai?
- Pode entrar.
Quando essa pessoa entrou no quarto, eu fiquei tão feliz e corri para abraçar o meu primo Marcos que tinha voltado da Itália. Então, o Marcos disse:
- Uau Nicole, você está linda como sempre.
- Obrigada Marcos, você sempre foi lindo... Aah Marcos, esse é o meu namorado, o Justin Bieber. Justin esse é o Marcos.
Justin apertou a mão do Marcos com uma cara de ciúmes... É, eu tinha esquecido de falar para o Justin que o Marcos era o meu primo, e eu pedi para o Justin:
- Eai, o que achou do Marcos?
- Não achei nada, eu acabei de conhecer ele. - Falou Justin com uma cara muito estranha. -
- Justin, ele é o meu primo.
- Aah, você não me disse isso. - Falou ele virando de costas para mim. -
- Justin, que bobo você. Você sabe que eu sempre amei você, ele é só o meu primo. - Eu disse dando um beijo no rosto dele. 
Justin se virou e disse:
- Já disse que você fica linda assim?
- Assim como?
- Assim, toda sorridente, feliz... Você fica linda.
- Eu te amo.
- É, eu sei e eu também.
Justin começou a me beijar e foi me deitando na cama novamente e ficou em cima de mim , ele começou a tirar o meu shorts, eu comecei a tirar a camiseta dele, até que eu pedi:
- Você tem certeza?
- Certeza do que?
- Que você quer isso, ainda mais comigo?
- Você foi feita para mim. Você é a pessoa certa. 
Ele começou a me provocar, ele começou a passar a mão por dentro da minha camiseta e eu comecei a rir. Justin continuou, percebeu que eu tinha cócegas e eu comecei a rir de mais, até que eu falei:
- Justin para!
- Só se você me dar um beijão.
Peguei ele pela nuca para aproximar de mim e beijei ele, até que minha mãe grita o meu nome na hora errada e no dia errado, ela estava chamando eu e o Justin para ir lá embaixo, porque estavam fazendo o típico churrasco de casa de todos os domingos. Acho que o Justin não foi feito para mim, nós nunca iamos conseguir ter uma noite ou até mesmo um dia de amor... Por mais que ele insistia, acho que nunca ia acontecer comigo e com ele. Nós descemos, comemos, ficamos rindo e se divertindo, eu, a minha familia, Emily e lógico, o MEU namorado. Depois, subi e fui tomar banho, coloquei o meu pijama e até que o celular do Justin toca e resolvi atender:
- Alô?
- Justin, aqui é a Selena.. Então, a nossa noite vai ser hoje?
- Aqui não é o Justin Bieber, é a Nicole.
- Ah Nicole, fala para o Justin me ligar depois. Beijos.
- Tchau.
Depois de desligar o celular, comecei a chorar. Como assim A NOSSA NOITE???? O Justin não falou para essa menina, que ele esta comigo e com mais ninguém ou não né. Justin entra no quarto e fala:
- O que aconteceu Nicole?
- A SELENA LIGOU PEDINDO SOBRE A "NOITE DE VOCÊS"
Justin fez uma cara de confuso e falou:
- Ah Nicole, ela acha que nós estamos namorando ainda, mais eu terminei com ela. 
- Liga para ela agora, e fala que vocês não tem mais nada. Se não, quem não vai ter mais nada é nós! - Eu disse chorando. -
- Então tá, eu não vou ligar para ela...
- O QUE VOCÊ DISSE, JUSTIN DREW BIEBER?
- Calma, deixa terminar de falar... Eu não vou ligar para ela, eu vou mandar uma mensagem para ela, esclarecendo TUDO. Você acha que eu sou louco de terminar com você só para ficar com a Selena?
- Acho.
- Você só acha né.
Ele começou a me beijar, eu abracei ele tão forte, me senti totalmente segura em seus braços, eu beijei o pescoço dele e ele se arrepiou, então eu disse:
- Eu quero você só para MIM, mais ninguém! Você é só MEU!
- E você é só minha...
- Cuida dela pia, se não tu apanha. - Disse o meu primo, na porta do quarto com os braços cruzados. -
- Relaxa, vou cuidar dela, como eu nunca cuidei de ninguém. - Disse o Justin abraçado na minha cintura e me dando um beijo no pescoço. 

CONTINUA...

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Intercâmbio... three!

Pra sempre, até que minha vida termine, menina, eu te amarei pra sempre. - Kiss.


...Tão forte, me desculpe.
Fiquei paralisada, eu não sabia o que dizer. Resolvi dizer tudo o que eu sentia por ele:
- Justin, eu te amo muito, mais do que um amigo, eu não disse isso antes porque eu não queria estragar essa amizade. Eu não estava acreditando que você estava sendo um ótimo amigo, eu talvez você não sinta o mesmo por mim, mais é lógico, você é desejado por muitas garotas, fica com muitas garotas e eu não queria ser apenas mais um fã apaixonada por você
- Eu também te amo Nicole, mas... Minhas fãs dizem a mesma coisa: "você vai me ver apenas como mais uma fã", na verdade não, eu vejo vocês como mais uma pessoa. Eu sou o Justin Bieber, não sou um herói, eu sou apenas uma pessoa que as pessoas gostam de mim pelo simples fato de fazer musicas e eu não fico com tantas garotas assim...
O que eu ia dizer depois disse? Eu estava completamente sem fala, sem reação. O Justin tinha ração, ele não é um herói, é apenas um cantor. Uau, o que eu deveria dizer? Continuei:
- Justin, eu vou ter que desligar os meus pais estão me chamando. Beijos
- Ok Nicole, me liga mais vezes.
- Pode deixar.
- Tchau, beijos.
Desci as escadas igual uma louca, e fui falar com os meus pais:
- Pai e mãe. Eu preciso falar com vocês, eu me apaixonei quando eu fui para o Canadá e eu quero voltar para o Canadá.
- Hã? - Meu pais fizeram uma cara de quem não estava entendendo nada. -
- É isso mesmo o que vocês ouviram, eu quero voltar para o Canadá.
Conversei muito com os meus pais a respeito disse, eu ia os deixar... Mas, para dizer para o Justin que eu o amo, mais não por telefone e sim pessoalmente. Não foi fácil pedi para os meus pais deixarem eu voltar para o Canadá, mas eles deixaram. Liguei para Emily, contei TUDO e ela ficou tão feliz, eu ia ficar na casa dela por um tempo, não morar no Canadá, mas ia passar um tempo lá. Passou três semanas e fui para o Canadá, fui direto para casa da Emily, ela ligou para o Justin para ele ir na casa dela, ele chegou lá e estava com uma cara de preocupado.. É, a Emily falou alguma coisa muito estranha ou triste para ele aparece com aquela cara. Ela mandou ele subir no quarto onde eu ficava, Justin subiu sentou na cama e deixou uma lágrima cair. Quando eu vi ele, eu sentei do lado dele e disse:
- Justin, eu não ia conseguir ficar longe de você por muito tempo. Eu te amo.
Justin se virou com uma cara assustada, mas, ele me abraçou forte, tão forte que eu retribui. Dei um beijo no seu rosto e Justin disse:
- Desculpa por te tratar daquele jeito. Eu não gosto de perder as pessoas que eu amo.
- É, nem eu. Por isso eu tenho uma coisa para te pedir.
- Pedi Nicole.
- Justin, acho que você nunca ouviu isso saindo da boca de uma menina, mas... Você quer namorar comigo?
Justin ficou assustado com o meu pedido, ele demorou para responde... É, vou levar um fora do Justin, como eu fui idiota em pedir isso, o que garoto como ele ia querer comigo? Nada, simplesmente nada. Ele respondeu claro e em bom tom:
- Eu te amo e é claro que eu quero.
Ele me beijou, jurei que ele dizer "Não", mais foi o ao contrario, depois do beijo eu disse:
- Justin, eu vou voltar para o Brasil daqui uns dias e agora?
- É, eu esperava você dizer isso. Mas, eu vou com você para o Brasil, mais não para morar e nem você vai morar lá se depender de mim e dá Emily.
Passaram duas semanas, o Justin e a Emily foram para o Brasil comigo. Chegando lá, fomos para minha casa, não deu nem tempo de respirar fomos conversar com os meus pais, nossa conversa foi longa, meus pais não queria ver a "princesa" deles indo embora para o Canadá... É, eu ia ir embora para o Canadá, para morar com a Emily, eu estava tão feliz e triste, eu ia deixar os meus pais e os meus amigos, mais eu ia viver com o amor da minha vida e com a minha nova melhor amiga, a Emily. Meus pais, ainda não tinham falando nada naquele dia, eles queria pensar. Passou três dias, os meus pais chamaram eu, a Emily e o Justin para conversar, eles já tinham uma resposta e nós não sabia o que eles iam dizer... Vai se os meus pais disse não, como eu ia viver sem o Justin? Como eu ia viver sem a Emily? Mas, vai se eles deixassem, como eu ia viver sem os meus pais? É, mais era isso que eu queria, ir embora para o Canadá. A resposta dos meus pais foi...

CONTINUA...

Intercâmbio... Two!

Seus lábios, minha maior fraqueza. - Justin Bieber.

...Então, eu falei:
- Justin, o carro não vai sair daqui.
- Acho que vamos ter que ir andando.
Então nós fomos andando, até que vimos o mar, então continuamos em frente e fomos para na praia, peguei o meu celular (onde nós estávamos não pegava o celular) e liguei para Emily:
- Emily?
- Nicole, o que aconteceu?
Expliquei tudo para Emily o que aconteceu, então ela foi nos buscar na praia. Quando ela chegou na praia ficou de boca aberta quando nos viu naquele estado, entramos no carro deixamos o Justin na casa dele, depois fomos para casa. Chegando em casa foi direto para o banho, eu estava muito suja, depois do banho o meu celular tocou, fui ver quem era e era o Justin, resolvi atender logo:
- Alô? Nicole?
- Oi Justin, tudo de bem?
- É, estou melhor... E você?
- Estou bem.
- Nicole, eu liguei para pedir desculpas..
- Desculpas? O que você fez para mim, que eu não fiquei sabendo?
- Nós nos perdemos por minha culpa...
- Claro que não Justin, para mim está tudo ótimo. Você não teve culpa de nada.
Eu e Justin ficamos conversando bastante tempo, até que Emily me chama. Desliguei o celular e fui lá embaixo, e ela disse para mim:
- Então Nicole... Você sabe que pode sempre contar comigo, não é?
- Hã?
- Diz logo o que rolou entre você e o Justin.
- Não rolou nada.
- Como assim, não rolou nada?
- Ué, não aconteceu nada com nós e também eu não quero que aconteça nada...
- Como assim? Você disse para mim que o ama.
- E eu o amo. Mas é amor de fã, seria legal nós sermos amigos, mais que isso não vai dar. Ele tem milhões e milhões de fãs, ele deve ficar com uma fã cada semana que passa... E eu não quero ser apenas mais uma fã apaixonada por ele.
- É, você esta certa. Vamos dar uma volta?
- Vamos.
Eu e a Emily fomos dar uma volta, fomos no cinema, fomos em vários lugares. O tempo foi passando e eu continuei a falar com o Justin, nós eramos muito amigos, falava tudo um para o outro e cada um dava a sua opinião, eu ligava para ele todos os dias se eu não ligava para ele, ele ligava para mim. Até que chegou um dia de eu voltar para o Brasil, minha terra... Awn, que saudades dos meus pais, dos meus irmãos, dos meus amigos. Mas, eu estava muito triste, só em pensar que eu ia deixar a Emily e o Justin principalmente, me dava uma dor no coração, eu amava o Justin mais do que um amigo, ele era um tudo para mim. Já não sabia mais viver sem ele, era a minha outra metade, ele me entendia e etc, simplesmente o amava muito. Eu estava arrumando o quarto e guardando as minhas roupas, pois aquela noite ia deixar o Canadá, e eu estava chorando, até que eu escuto alguém batendo na porta e eu falo:
- Pode entrar. - Enxugando as lágrimas. -
-Nicole, vou sentir sua falta.
- JUSTIN *-*
Eu dei um pulo no colo dele e abracei muito forte ele, abracei com amor, com paixão, com vontade. Dei um beijo no rosto do Justin e em quanto fazia carinho na sua nuca, me distanciei dele e disse:
- Justin, eu também vou sentir sua falta, de tudo o que passamos juntos. Eu nunca vou te esquecer.
- Nicole, eu vou fazer questão de lembrar de você. Mas eu não posso te deixar ir.
- Como assim, você não pode? Eu já fiz o que deveria fazer aqui no Canadá, eu só vim para cá fazer um intercâmbio.
- É, eu sei. Mas, não dá de ver você indo, me deixando...
Fiquei sem palavras quando ele disse "não de de ver você indo, me deixando" fiquei tão surpresa, percebi que a minha amizade era muito importante para ele, tanto quanto a dele para mim. Chorei, chorei tanto quando eu ouvi aquilo, eu o amava, quem eu estava querendo enganar? Então o Justin continuou:
- Ver você indo embora, eu não sei o que vai ser de mim sem a sua amizade. Eu te amo. - Ele me disse em quanto limpava as minhas lágrimas.- Eu quero você perto de mim, não longe.
Chorei mais ainda, precisava mais do que um lenço, eu precisava de umas quatro toalhas para limpar minhas lágrimas. Então eu disse soluçando:
- Justin, por mais que eu esteja longe, eu sempre vou te amar. Você é um grande amigo.
- É, você também é uma grande amiga.
Justin se virou e foi embora. Não disse mais nada, ele agiu tão estranho comigo, o que eu fiz? Eu só disse que nós eramos grandes amigos. Eu não podia dizer que eu o amo mais do que um amigo, vai se ele não sente o mesmo por mim, vai se ele sentia o mesmo por mim, vai se... Vai se eu estragasse essa amizade. Tantos "vai se" eu estava pensando e resolvi ir atras do Justin, não ia ir embora sem me despedir dele, desci as escadas com as malas, pois estava indo embora e eu vi a Emily com varias caixas de lenços, falando para o Justin:
- Se a calma, ela vai vim nós visitar...
- Mas, eu a amo muito. Eu quero ela só para mim.
Ele estava chorando, mas não muito, Justin não gosta de demonstrar os seus sentimentos, eu sentei ao lado dele e disse:
- Mas, eu sou só sua.
E o beijei, não sei era o certo, mais para mim era. Tudo estava tão bom, nossos labios se encontrando foi a melhor coisa que já aconteceu para MIM, agora para ele... Eu não sei. Quando nós paramos de nós beijar o Justin disse:
- Eu te amo Nicole, não me deixa.
- Desculpas Justin, mas eu tenho que ir. Eu sempre quero vim te ver.
- O QUE ADIANTA VOCÊ VIM ME VER, SENDO QUE VOCÊ VAI VOLTAR E ME DEIXAR DE NOVO? - Ele disse em tom auto. -
Peguei minhas malas e fui para o aeroporto, ter dado aquele beijo foi o meu maior erro. Ele foi tão grosso, tão estúpido comigo, como pode me falar aquilo? Eu vim para o Canadá só para fazer um intercâmbio mais nada. Chegando no Brasil, fui para minha casa dei oi para minha familia e contei como foi conviver um ano no Canadá e minhas amizades. Não falei nada sobre o Justin Bieber para os meus pais e amigos, nem para minha melhor amiga, a Giovana. Fui para o meu quarto ver como estava e fui tomar banho, depois do banho o meu celular toca e eu vejo que era a Emily, deixei uma lágrima cair e atendi:
- Nicole, como foi de viajem? Já estou morrendo de saudades...
- Awn Emily, foi bom, mais não muito. Não conseguia esquecer o que o Justin disse para mim, ele foi tão rude, como ele pode fazer isso comigo? Ele queria me ver culpada? Pois conseguiu. E eu também estou morrendo de saudades.
- Aaah Nicole, ele está do meu lado e quer falar com você.
- Pois eu não quero falar nada com ele.
- Nicole, sou eu... O Justin, me desculpa, é que eu não queria deixar você partir assim...
- Justin, você foi muito estúpido comigo, eu só fui para o Canadá fazer um intercâmbio.
- É, mais você não sabe o que eu sinto por você, é tão...

CONTINUA...

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Intercâmbio... One!

Você sempre foi a minha menina e eu não estou pronto para ir e desistir. - Justin Bieber.


Eu sou a Nicole, sou Brasileira e tenho 14 para 15 anos. Eu sabia muito bem inglês e falaram que eu estava na hora de fazer intercâmbio por um ano no Canadá. Lógico que eu aceitei... Meus pais estava muito felizes por mim, eu ia passar um ano fora. Arrumei minhas coisas, pois logo de manha ia para o Canadá. Fui para o aeroporto, depois de uma longa viagem cheguei no Canadá, Emily era o nome da menina que eu ia passar um ano na casa dela. Chegando na casa da Emily, eu fiquei encantada, era lindo... A decoração, a cor das paredes, eu simplesmente reparei em tudo, ela morava em um bairro se classe alta. Quando estávamos subindo as escadas, ela falou para mim:
- Hey Nicole, seu quarto é a segunda porta virando as direita.
- Esta bem...
Fui para o meu quarto e arrumei minhas coisas, eu estava adorando. Quando eu terminei de arrumar as coisas, eu fui tomar banho, estava podre! Depois do banho ouvi a Emily me chamando:
- Nicole, vem aqui em baixo.
- Ok, estou indo.
Quando cheguei lá embaixo, Emily me chamou para nós irmos para o Shopping, aceitei, tinha 2 cartões de credito que os meus pais tinha me dado. Chegando no Shopping estava um verdadeiro inferno, havia MUITAS, MUITAS pessoas com vários cartazes, e eu pedi para Emily:
- Emily, esse shopping é sempre assim?
- Na verdade, não. Justin esta passando uns dias aqui.
- Nossa, eu não acredito...
- Espera ai, você gosta do Justin Bieber?
- SE EU GOSTO? HAHAHA, EU AMO ELE.
- Serio? Nossa, eu também.
Depois de tanto tempo falando do Justin e comprando várias coisas, ate que nós entramos em uma loja, e sabe quem estava na estava lá? É, o próprio Justin Bieber. Eu tinha pirado, mais lógico nos meus pensamentos, mais deixei Justin de lado e fui provar algumas roupas. Quando eu vesti um vestido preto, super colado, fui pedi para Emily o que ela achou:
- Eai Emily, o que achou?
- Nossa Nicole, que lindo que fico em você
Justin ficou me olhando de cima a baixo. Então eu tirei o vestido e comprei, quando estávamos saindo da loja, eu disse a Emily:
- Emily, eu não vou conseguir dormir se eu não tirar uma foto com o Justin Bieber..
- Esta bem.
Quando íamos entrar na loja, dei de cara com o Justin saindo e disse:
- Nossa, mil desculpas, eu ia entrar nessa loja só para tirar uma foto com você...
- Tudo bem. - Disse Justin sorrindo -
Sinceramente eu fiquei com uma cara de lesada quando eu vi o sorriso dele, e ele disse:
- Hey, então vamos tirar a foto?
- Aaah lógico. - Eu disse pegando minha bolsa para pegar a câmera. -
Depois de tirar a foto, Justin me pediu:
- Como é o seu nome?
- Nicole... - Eu disse com um sorriso bobo na cara. -
- Então, quem sabe nós nos se vemos Nicole. - Disse Justin, dando um beijo no meu rosto e indo embora. -
Voltamos para casa da Emily, eu falei para Emily:
- Hey Emily, sabe andar de roller?
- Sim. - Disse ela com uma cara confusa. -
- Vamos andar de roller?
- Não. Nicole, se você quiser andar de roler, tem uma pista aqui perto.
- Ok.
Subi para o meu quarto para pegar o meu roller e fui direto para pista, chegando na pista encontrei o Chaz e o Christian andando de Skate. Fui para pista, e comecei andar de roller e fazer umas manobras com o roller, os garotos ficaram com a boca aberta, pois eu sabia andar muito bem de roller. Chegou o Christian e pediu para mim:
- Uau, como você anda bem de roller. Como aprendeu fazer essas manobras?
- É-é-é... - Eu não conseguir abrir a boca, não sei como, terminei de dizer. - É que eu pratico muito.
- Você anda muito bem mesmo. - Disse Chaz sorrindo. -
- Obrigada meninos.
- Então, como é o seu nome? - Disse Christian. -
- Nicole... E vocês são o Christian e o Chaz, certo?
- É Certo. - Disse Chaz. -
- Então, que tal nós irmos em uma lanchonete, sei lá? - Perguntou Christian. -
- É, legal. Só que eu vou ter que ir na minha casa deixar esse roller e chamar a minha amiga, a Emily.
- Tudo bem, nós esperamos vocês aqui. - Disse Chaz. -
Então, eu fui correndo para casa chamar a Emily para nós irmos a uma lanchonete, Emily aceitou, pois nós iamos com o Chaz e o Christian. Chegando na pista, encontramos eles, mas tinha mais uma pessoa, é o Justin Bieber. Fomos na lanchonete, comemos depois os meninos pediu numero do nossos celulares, passamos. Justin me puxou para um canto e disse:
- É, nós nos encontramos de novo Nicole.
- Uau, você lembra do meu nome.
- É, eu fiz questão de lembrar.
Eu e o Justin conversamos bastante, até parecer a Emily para estragar tudo:
- Hey Nicole, vamos.
- Vamos.
Dei um beijo no rosto do Justin e fui embora, chegando em casa tomei um banho e cai na cama. No outro dia de manha, Chaz ligou para Emily chamando nós para irmos em uma festa que ia ter na casa dele, lógico que ela aceitou, a festa era as 20:00hrs. Fomos nos arrumar as 18:30hrs. Nós arrumamos e fomos para festa, chegando lá tinha muitas pessoas, Emily foi conversar com o Christian e eu fui conversar com o Justin:
- Oi Justin.
- Oi Nicole. Que bom que você veio... Então, vamos na praia?
- Agora?
- É, por que não?
- Ah, vamos.
Saimos da casa do Chaz, entramos no carro, quando Justin olhou para o retrovisor do carro havia muitos paparazzis atras de nós e Justin disse:
- Nicole, acho que não vai dar para nós irmos para praia.
- É, esses paparazzis não deixa você em paz.
- Verdade.
Então, nós estávamos indo para um caminho totalmente diferente da praia, ate que Justin se perde e entramos  em uma estrada muito estranha. Justin fui seguindo em frente e eu estava capotada, quando eu acordei e pedi:
- Justin, onde nós estamos?
- É-é-é... Eu... Não sei.
- Como assim você não sabe onde nós estamos?
- Eu me perdi, entrei em uma estrada desconhecida.
- Nossa que legal, daqui a pouco vai aparecer um urso e levantar esse carro...
- Nicole, fica quieta.
- Ai desculpas.
- Vamos dormir aqui no carro mesmo, amanha bem cedo eu vou tentar procurar o caminho.
- Esta bem.
Quando nós acordamos, percebemos que estávamos no meio do NADA. Não havia rios, arvores, estradas ou seja não tinha absolutamente nada. Acordei desesperada e pedi para o Justin:
- JUSTIN, ONDE NÓS ESTAMOS ?
- Nicole, fica calma...
- Ficar calma, nós estamos no meio do nada, e você diz para mim ficar calma?
- Calma, ficar estressada e desesperada não vai adiantar nada. - Disse Justin, em quanto fazia carinho do meu cabelo. -
- É, você esta certo. Então, liga esse carro e vai reto. Estamos no meio do nada mesmo...
Justin liga o seu carro, e continuou a dirigir. De repente ele para de dirigir fala:
- Essa não!
- Essa não o que ?
- O carro, atolou na lama!
- Hã? Atolou na lama? Eu não acredito.
- Vem comigo empurrar o carro.
- Você esta louco?
- Não, você quer ficar aqui para sempre?
- Esta bem.
Eu fui ajudar o Justin a empurrar o carro, eu fiquei cheia de lama e o Justin disse:
- Nicole, você tem lama aqui no seu rosto. - Disse ele se aproximando de mim. -
Quando ele passou a mão, sujou mais ainda e eu percebi que ele me sujou mais, então eu peguei lama do chão e joguei nele e assim começou a nossa guerra de lama. Quando ficamos cansados, ele me pegou pela minha cintura ia chegando cada vez mais perto, quando eu percebi o seu nariz estava encostado no meu, então...

CONTINUA...

sábado, 22 de janeiro de 2011

Never Let You Go.

Uma garota totalmente diferente, se vestia diferente só usava roupas pretas, as pessoas olhava para essa garota e falavam que ela era revoltada e infeliz. Ela ia para escola com apenas um objetivo: Estudar! Ela sonhava em ser medica, sempre estudou muito para isso, ela não ia para escola para fofocar ou para ver suas amigas (ela não tinha muitas amigas) e etc. Essa garota se chamava Carolina, mais conheciam ela por Carol, tinha 14 anos e sempre foi sozinha, desde dos 5 anos de idade, tinha cabelos bem grandes e preto, olhos pretos. Ela mora no Canadá, em Stratford - Ontário , por incrível que pareça ela estudava na mesma escola que Justin Bieber já estudou, Carol já tinha ouvido falar muito nesse tal de Justin Bieber, mas ela nunca teve curiosidade de saber quem ele é, o que faz e como tudo começou quando ele ficou famoso e etc. Em um certo dia, a escola onde ela estudava estava de cabeça para baixo, havia muitas pessoas gritando, com cartazes escrito "Justin Bieber, I Love You ♥", coisas do tipo. Ela não ligou e foi para sala de aula, chegando na sala de aula sua professora disse:
- Olá turma, hoje temos uma presença de uma pessoa muito especial para nós. Ele estudou aqui já nessa escola, agora ele é um grande cantor. Então, por favor Justin Bieber, venha ate a sala.
Justin entra na sala, e a Carol estava fazendo anotações, trabalhos, tarefas e provas... Ele entrou, falou algumas coisas e logo foi para ver as outras salas. Uma garota cutuca Carol e pergunta:
- Hey Carolina, você não achou o Justin lindo e fofo?
- Hã? Justin lindo e fofo? O que você esta falando?
- Como assim você não sabe o que eu estou falando? O Justin Bieber acabou de entrar nessa sala, você não viu?
- E você acha que eu tenho tempo ficar vendo esse garotinho ?
- Nossa...
Então a menina virou para frente, e continuo a fica pensar no Justin, já a Carol voltou a fazer suas anotações. Chegou o recreio e a Carol é a ultima a sair da sala, quando ela sai, ela esbarra em um garoto e diz:
- VOCÊ NÃO OLHA PARA ONDE ANDA NÃO? SEU BABACA.
- Nossa me desculpe, eu estava indo embora, só que umas garotas não estavam deixando e ficaram me puxando, estava correndo... E me desculpe mesmo, não foi por que eu quis!
- Ta, ta,ta. Eu pedi se você não olha para onde anda, não uma historinha chata.
- Então, eu sou o Jus...
De repente aparece muitas garotas gritando, e esse garoto de puxa, leva para o carro dele. Quando vocês entram no carro, ele termina de falar:
- Oi, prazer. Eu sou o Justin Bieber e você?
- Eu sou a Carolina, mais me chamam de Carol...
- Prazer Carol. Você é diferente, eu achei que quando eu esbarrei em você, ia gritar igual as outras garotas.
- E por que eu gritaria igual à elas?
- Espera ai, você não sabe quem eu sou?
- Saber eu sabia né. Mas, eu não faço ideia o que você faz para as garotas gritarem desse jeito, o que você é...
- Uau, eu sou o Justin Bieber, eu sou um cantor, e as garotas vivem gritando, correndo atras de mim.
- É, eu tenho dó de você. Mas, por que estou no seu carro?
- Ah me desculpe. É para as garotas não saber onde estou.
- E para isso, você teve que me trazer junto com você?
- Eu te levo para casa...
- Obrigada.
Quando Justin levava Carol para casa, eles conversaram bastante sobre eles, quem eles são e etc. Ele deixa Carol em sua casa, e ele pede o numero do celular dela, ela não passa e pede o dele... Carol sobe para o quarto dela e corre para internet para pesquisar para saber melhor quem é o Justin. Ela baixa algumas musicas dele, lê a historia dele e começa a se interessar por ele.
No outro dia de manha, Carol levanta para se arrumar para ir a escola. Depois da aula, Carol vê o carro de Justin estacionado. Ela chega perto do carro, Justin abaixa o vidro e diz:
- Hey Carol, que tal eu levar você para sua casa?
- Olha só "Justin Bieber", não foi porque eu aceitei sua carona ontem eu vou aceitar hoje.
E Carol continuou andando, Justin saiu do carro e foi atras dela, e disse:
- Ei ei ei, espera! O que você tem?
- Como assim o que eu tenho? Eu já disse para você que eu não faço idéia de quem é você e o que você faz. Por que me persegue?
- Eu te achei linda e queria te chamar para sair.
- Você me acha linda? Ninguém desse colégio não gosta de mim, esse povo me acha uma nerdzinha revoltada.
- Não ligo para o que as pessoas pensa sobre você, eu tenho minha própria opinião formada.
- Justin, olha para mim! Eu sou baixinha, uso roupas pretas, eu venho para o colégio para estudar não para esperar um gato como você me chamar para sair, eu tenho espinhas...Tem tantas garotas melhores do que eu e você me acha linda. Eu só tenho defeitos.
- Os seus defeitos te deixa linda, agora deixa de ser solitária e venha comigo.
- Ok, eu vou com você.
Justin leva Carol ao estúdio, onde ele grava as musicas ou ensaiava. Entrando lá Carol pergunta:
- Por que você me trouxe nesse estúdio?
- É meu esse estúdio.
- AH, SERIO? Sim, deu para perceber. Mas, por que me trouxe aqui?
- Gostaria de cantar para você uma nova musica e queria sua opinião.
- Ta, manda vê.
Ele começa a cantar, Carol fica admirada o jeito que ele cantava, com prazer, com amor e principalmente com humildade. Ela simplesmente amou. Quando ele termina de cantar , pede a ela:
- Eai Carol... O que achou?
- Justin, eu estou sem palavras para descrever, essa musica é perfeita, o jeito que você cantou e a expressou com sentimentos tão lindo, que nenhum cantor expressa desse jeito. Você me deixou sem chão agora, suas palavras, suas estrofes, versos, linhas, letras formando uma palavra que é inacreditável. Eu achei linda essa musica.
- Nossa, obrigado Carol... Você me elogiando! Ixe, vai chover.
- Hahaha, engraçado você.
 Justin sorri de um jeito que a Carol ficou com um olhar de apaixonada. Mas, ela vivia falando que não era fã dele. Ele estava chegando perto dos lábios de Carol, ela ia fechando os olhos, ele ia chegando cada vez mais perto em quanto ele colocava a mão no rosto dela e ela na nuca dele fazendo carinho. Carol diz:
- Justin?
- Oi?
- Me leva para casa?
- Eu levo sim...
Então Carol se levantou e Justin levou ela para casa. Depois de uns dias, Carol ainda falava com o Justin, mas eles não tinham nada mais do que amizade. Até que um dia Justin liga para Carol e fala:
- Oi minha Carolzinha
- Oi Justin.
- Então, eu liguei para saber se você quer ir ao meu show hoje?
- Desculpa Justin, mais não vai dar... Eu tenho muitas tarefas e provas.
- Aah, esta bem...
Então Carol estudou e foi dormir. Ela levantou cedo e foi para internet para saber sobre o show do Justin, quando ela vai ver muitos sites dizia: "JUSTIN BIEBER, BEIJOU SELENA GOMEZ DURANTE O SEU SHOW". Quando você viu aquilo, ficou em choque e foi para a escola, foi super mal nas provas e etc. Chegando em casa, o Justin liga e Carol atende:
- Alo?
- Oi minha Carolzinha, tudo bem?
- POR QUE VOCÊ NÃO PEDE PARA SELENA EM? ME DEIXA EM PAZ.
Carol desligou o telefone e ficou na sua cama chorando mais pensando "Por que eu estou assim? Ele é um grande amigo para mim. Eu sou uma idiota, vou perder a pessoa que eu mais amo nesse mundo". Justin liga para Carol durante 5 meses direto e ela nunca mais quis atender... Depois de 5 anos, ela estava fazendo faculdade em New York e trabalhava em uma empresa muito forte. Certo dia, ela estava muito atrasada e foi correndo para a empresa, mas quanto menos ela esperava, ela esbarrou nele... No garoto de 5 anos atras que estava loucamente apaixonada, então ela diz a mesma frase de 5 anos atras:
- VOCÊ NÃO OLHA PARA ONDE ANDA NÃO? SEU BABACA.
- Uau, pelo jeito você não mudou nada em Carol...
- Justin!
Carol abraça o Justin muito forte e sente aquele cheiro do perfume dele, aquele que ela sentia todas as noites, ela sentiu o cabelo dele, aquele que ela sonhava em ficar tocando toda hora e deixa uma lágrima cair, Justin diz:
- O que foi Carol?
- Justin, eu pensei em você todas as noites, em todos os momentos que passamos juntos, EM TUDO.
- Eu também Carol, eu não sei o porque você não me atendeu mais, não quis falar comigo...
- Foi porque eu vi que você tinha beijado a Selena no seu show.
- Mas por que você me tratou daquele jeito? Parecia que você estava com ciumes. Nós eramos só amigos, eu sempre amei você mais você deixava claro para mim que não queria nada comigo. Eu beijei ela? Foi ao contrario, ela me beijou.
- É, eu fui estúpida com você.
- Hey Carol. Vamos ir tomar café?
- É que Justin, eu estava indo trab... Quer saber? Vamos sim.
Chegando na padaria, Justin e Carol comem e etc. Depois o Justin leva ela para uma praça muito linda, eles conversam sobre tudo e Justin pede para Carol:
- Como vai a sua vida de casada, namorando...?
- Noiva! É.. vai indo, não é o que eu planejava.
- Nós planejamos o futuro, mais ele muda completamente..
- E sua vida? Como anda?
- Bom, eu estou solteiro. Peguei minha ex na cama com outro.
- Uau Justin, que biscat*
- É, mais também eu não ligo.
- Como assim, você não liga?
- Eu amo você Carolzinha, eu sempre te amei. Você me ignorando foi uma coisa horrivel para mim, eu te amo, eu não me importo se eu estava namorando, eu ia te amar igual...
- Justin, eu também te amo.
- Então por que você vai se casar, sendo que eu quero casar com você e você me ama?
- Por que...
Ele interrompe ela com um beijo, beijo suave, gostoso e muito calmo. Depois do beijo a Carol fala:
- Eu não vou mais me casar, eu quero ser só sua, para sempre.
- I'll Never Let You Go.


FIIIIM *-* comente sobre o que achou, beijos. s2

Cause whenever, you smile I smile - Capitulo 7! FINAL.

Eu não posso impedir a chuva de cair, não posso parar meu coração de chamá-la. Ele está chamando você. - Jonas Brothers.


...Ele te beija, um beijo suave, uma coisa que você sentia tanta falta que não sabia descrever, ele era e sempre será o amor da sua vida. Você procurava um beijo igual o dele, mas, não encontrava, só ele te deixava daquele jeito, é como se fosse o primeiro beijo de vocês à 7 anos atras, depois do encontro de vocês. Depois do beijo, você diz:
- Justin, você não podia ter feito isso. Você está noivo!
- Não, eu não estou mais... Eu desisti de casar, para dizer para você que eu te amo.
- Hã? Como assim? Você é louco.
- (seunome) eu te amo, eu te amo mais que tudo. Quando eu te vi depois de 7 anos, o meu coração quase saiu pela boca, é como tinha sido a primeira vez que eu te vi, você me fez perder o chão, nenhuma garota me deixa desse jeito, só você e ninguém mais. Aquele beijo que a Selena Gomez me deu, não significou nada para mim, a unica coisa que significa para mim são os seus beijos mais nada nessa vida, eu quero ter você para sempre!
- Justin, eu-eu-eu...
Ele te interrompe com um beijo, o melhor beijo de todos que ele já te deu nessa vida, depois desse beijo de conto de fadas, você diz:
- Justin, naquele programa de TV, você disse que me AMAVA.
- É eu sei, eu menti.
- Então, você nunca me amou?
- Eu menti, eu não amava você... Eu te amo ainda.
Você beija ele, você começa a dizer no ouvido dele:
- Eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo, eu te amo...
- Eu também te amo, eu nunca te esqueci... Quando eu disse para você "...Eu não sei viver sem você..." e você me respondeu "...Aprenda viver agora...". Eu não consegui, eu não consegui viver sem pensar em você, sem pensar em cada momento que passamos juntos, em tudo. Eu só sei viver, se eu viver para sempre com você.
- Justin, você me deixa sem palavras.
- Apenas não diga nada, só me beija.
Vocês começam a se beijar e ficar naquele clima super quente. Depois de um tempo de tanto amor, o Justin diz:
- (seunome) eu quero te pedir uma coisa!
- Então pedi, meu anjo.
- Quer casar comigo?
- Se eu quero casar com você? HA-HA-HA, é claro que eu quero, eu quero e muito.
- Eu sempre vou te fazer feliz. Eu nunca mais vou te fazer sofrer.
- Justin, eu te amo...
Você sorri para ele, ele sorri e você diz:
- Por que quando eu sorrio você sorri?
- Porque eu te amo e quando você está feliz, você me deixa feliz...
- You Smile...
- I Smile...

FIIIIIM *-----------*.

Cause whenever, you smile I smile - Capitulo 6!

Não chore esta noite, eu ainda te amo. - Guns N' Roses. 


...Beijado ele, como você entende tudo errado, sai correndo da casa dele chorando. Justin, percebeu que você estava chorando e que tinha visto o beijo e ele foi atras de você. Você tinha ido para praia, já que lá era um lugar vazio, onde ninguém frequentava a noite. Você sentou na areia e chorou como nunca tinha chorado antes. Justin senta ao seu lado e fala:
- Me desculpe, não fui eu que a beijei! Eu te amo, você sabe disso, por favor me desculpe.
Você o responde gritando:
- SOME DA MINHA VIDA JUSTIN BIEBER, EU NUNCA MAIS QUERO TE VER. LOGO NO NOSSO 1 MÊS DE NAMORO, VOCÊ FAZ ISSO COMIGO. EU NÃO QUERO MAIS TE VER.
-  Me desculpe (seunome). Sem você eu não vivo.
- APRENDA A VIVER AGORA.
Você se levanta e vai para casa correndo. Chega na sua casa, deita na cama e fica em choque, não se mexia, não queria comer, não queria fazer nada. Pois você perdeu o que mais ama nesse mundo. O tempo foi passando, ao longo de 7 anos, você nunca tinha falado mais com o Justin, ele sempre te ligava e você não atendia as ligações. Você estava namorando com um garoto que gostava de você, mas, não chegava a te amar. Um certo dia, você estava assistindo TV e viu o Justin sendo entrevistado. Então, a mulher pediu para o Justin:
- Justin, qual foi o momento que você mais sofreu?
Justin abaixa a cabeça e diz:
- Foi quando eu tinha 16 anos, eu conheci uma garota incrível. Eu amava muito essa garota. Ela estava andando de bicicleta e o meu motorista atropelou ela. Então eu sai do carro correndo e fui ver se ela estava bem, quando eu olhei para ela, me apaixonei. Ela estava com uma blusa roxa, um shorts, e um tênis preto com uma bicicleta roxa e ela estava com o nariz sangrando. Ficamos amigos, ate que eu pedi ela em namoro, depois de 1 mês de namoro planejei uma festa surpresa para ela. E nessa festa uma garota me beijou, ela ficou super triste e tinha entendido tudo errado, depois daquilo nós nunca mais se falamos. Foi muito difícil para mim, pois eu a amava mais que tudo!
- Uau Justin, isso é triste e muito incrível.
- É.
- Então pessoal, ficamos por aqui. Tchau!
Depois de ouvir aquilo, você manda uma mensagem anônimo para o Justin, falando que você quer muito falar com ele. Deixa o locar e o horário. Quando o Justin vai ao local, te vê de costas, ele coloca a mão no seu ombro e diz:
- Então, o que você quer falar comigo?
Você vira para ele. Ele fica com uma cara de super assustado e pergunta gaguejando:
- (seunome)? Não acredito!
- Oi Justin, eu vi o que você falou sobre mim hoje em um programa de TV.
- Você viu? Uau.
- É eu vi, e achei muito lindo.
- Obrigado...Então, como vai a vida?
- Depois daquilo, vai indo. Mas, não estou tão feliz assim e você?
- É, eu estou namorando, e sei lá. Estou noivo...
- Uau, serio? Que legal. Felicidades...
- É, obrigado.
Vocês conversaram muito sobre a vida de vocês, como estavam, que você também estava namorando, mais não noiva e etc... Até que Justin faz uma pergunta:
- Que tal, você sair comigo? Só para conversar, sabe?
- Tudo bem.. Eu aceito.
Vocês vão a um restaurante, conversam sobre tudo, tudo mesmo. Depois de uns dias, vocês ainda estavam conversando bastante ainda... Em uma noite você decide fazer uma surpresa para o seu namorado, então você vai para casa dele, você toca a campainha e ninguém atende e você resolve entrar, subir ate no quarto dele, quando você entra no quarto, o seu namorado estava deitado na cama com outra. Você simplesmente sai, sem fazer barulho e manda uma mensagem para ele, falando que nunca mais quer ver ele na vida e estava tudo acabado. Você chega na frente de sua casa, senta no chão e começa a chorar, liga para o Justin e vai até você:
- (seunome) O que aconteceu?
- O meu namorado, eu peguei ele na cama com outra...
- Serio? Não acredito!
- Awn Justin, eu preciso tanto de um amigo e pensei em você.
- Calma, eu estou aqui...
Então Justin te leva para a casa dele, e vocês vão assistir um filme para esquecer tudo o que estava acontecendo. Em quanto vocês assistiam o filme, o Justin fazia carinho em você para te acalmar. Quando você já esta um pouco calma, você olha para o Justin e ele estava dormindo. Você começa a se mexer, e quando você levanta o Justin estava acordado e vocês ficam a cara a cara, Justin coloca a mão em seu rosto e ...

CONTINUA...

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Cause whenever, you smile I smile - Capitulo 5!

 Your presence still lingers here and it won't leave me alone. - Evanescence.


...Vocês arrumaram suas coisas e foram embora, Justin te deixou em casa, e você foi direto para o banho. Depois do banho, o Justin te liga:
- Alô? (senome) pode dormir aqui em casa?
- Oi Justin, eu não sei... Vou pedir para os meus pais...
- Eu vou ai na sua casa pedi para eles. Chego ai em 10 minutos. Beijos, eu te amo!
- Ok Justin. Beijos, também te amo.
- Só que...
- Só que o que?
- Só que eu te amo mais...
- HAHAHA, eu duvido. Eu amo bem mais...
- Nós dois se ama o suficiente!
Você ri e diz:
- Ok, então...Tchau
- Desliga primeiro.
- Desliga você
- Não, quando eu fala 3 nós desligamos juntos!
- Ok
- 1, 2...
Seu irmão (ou irmã sei lá) pega o celular e fala:
- 3. Tchau Justin!
- Hey (nomedoseuirmãoouirmã). Por que fez isso?
- Eu estava com nojo já.
- Não precisava pegar o celular desse jeito também.
- Ta bom, ta bom. Desculpas, só vim aqui pedir se você pode me emprestar o seu notbook!
- O que aconteceu com o seu?
- Bom... eu deixei ele cair na privada... Há quer saber? Não interessa. Você empresta ou não?
- Pode pegar.
Quando você ouve a campainha, você desce correndo e abre a porta, vê que era o Justin todo fofinho:
- Oi meu amor. - Diz o Justin dando um selinho. 
- Oi meu fofo.
- Então, onde está o seus pais?
- Estão ali na sala...
O Justin pede para o seus pais para você dormir na casa dele, e seus pais deixam. Chega na casa do Justin, estava tudo escuro e quando o Justin liga a luz, ele e muitas pessoas gritam:
- SUUUUUUUURPRESA!
- Surpresa? - Você diz com uma cara de confusa. 
- É meu amor, hoje nós fazemos 1 mês de namoro.
Você faz uma cara e pensa: "Merda, não acredito que eu esqueci essa data!" e você diz para o Justin:
- É verdade meu amor! Mas é só 1 mês não precisava de tudo isso!
- Mas, foi o melhor mês da minha vida, o mês que eu passei mais tempo junto com a minha namorada, a pessoa que eu mais amo nesse mundo!
- Own, eu te amo. - Você dá um selinho nele. 
- Você não tinha esquecido né?
Você faz uma cara e diz:
- Claro que não!
Em quanto você ficava conversando com a Pattie e o resto do povo, a Selena estava dando em cima do Justin na cozinha. A Pattie pede para você:
- (seunome), cadê o Justin? Ele deveria estar com você...
- Eu vou ver se ele está na cozinha.
Quando você chega na cozinha, a Selena tinha puxado o Justin e...

CONTINUA...